O que esperar da primeira versão do Microsoft Edge para Linux



A Microsoft anunciou recentemente que a primeira build para Linux disponibilizada ao público do seu navegador Edge será lançada este mês como um "preview" na intenção de receber da comunidade feedback, que deverá ser convertido em correções e melhorias para a uma futura versão estável do browser para o sistema do pinguim.

Isso só é possível graças a migração da base do navegador para o Chromium, projeto open source desenvolvido pela Google, no qual o Google Chrome baseia o seu código-fonte, o que permitiu que o browser da empresa de Redmond tonasse multiplataforma, de modo que o aplicativo agora está atualmente disponível no Windows 7, Windows 8, Windows 8.1, Windows 10 e macOS.



Embora ainda não tenha sido divulgada uma data de lançamento oficial, já se sabe que a primeira versão do navegador da Microsoft para Linux será uma build de teste, com a empresa trabalhando em futuros novos lançamentos, até chegar em uma versão considerada estável, provavelmente com um cronograma de lançamento semelhante ao que aconteceu com a versão do Skype para Linux.

Isso basicamente significa que o Microsoft Edge para Linux será oferecido nos mesmos canais que as versões  para Windows e macOS, ou seja, por meio dos canais Canary, Dev, beta e stable.

Nenhuma palavra sobre os recursos ou limitações

A Microsoft ainda não comentou nada a respeito sobre os recursos do Edge para Linux, mas espera-se que a ideia da empresa seja trazer todos os recursos da versão para Windows do navegador para todas as outras versões, não importando a plataforma. Portanto, a maioria dos grandes recursos atualmente disponíveis para usuários do Windows provavelmente também estará disponível no Linux quando o navegador chegar ao lançamento estável na plataforma Linux.

A versão inicial do Microsoft Edge para Linux será publicada no site do Microsoft Edge Insider e também estará disponível para instalação no Linux por meio de pacotes como DEB, RPM e, até mesmo, via Flatpak e Snap, dependendo do que a comunidade acreditar ser o meio mais interessante por onde oferecer o navegador.

Há esperança de que a versão do navegador para Linux esteja pronta no início de 2021. Por enquanto, a Microsoft tentará coletar o máximo feedback possível dos primeiros testadores, tudo em uma tentativa de aperfeiçoar ainda mais a experiência com o navegador antes do lançamento final em alguns meses.


FONTE: Softpedia
Comentários