NVIDIA lança driver beta com suporte para Ray Tracing da Vulkan 1.2.162

Embora a NVIDIA tenha criado sua própria extensão Ray Tracing para a Vulkan no Linux e Windows desde que as placas de vídeo GeForce RTX foram originalmente lançadas, a empresa está agora se movendo rapidamente para oferecer suporte para as novas extensões de Ray Tracing fornecidas pela especificação Vulkan 1.2.162, que será amplamente adotada pela indústria, bem como por conta dos jogos que começarão a usar o novo padrão da API gráfica. A nova versão do suporte para Ray Tracing fornecido pela Vulkan é bastante semelhante à versão anterior da NVIDIA, que serviu como ponto de partida. Já se falou na possibilidade de criar uma camada de tradução para que, por exemplo, os jogos existentes usando a extensão NVIDIA VK_NV_ray_tracing pudessem usufruir também do agora oficial suporte para a tecnologia, que apartir de agora está padronizado na Vulkan graças ao consórcio Khronos Group. Mas, até então, nem um trabalho relacionado com a tradução foi iniciado, embora a implementação do Ray Tracing na Vulkan tenha sido projetada também para suportar o DirectX Raytracing (DXR) do Direct3D 12 para ajudar a facilitar o caminho de ir do DXR para o Vulkan Ray Tracing. Em qualquer caso, a NVIDIA laçou hoje (23) uma nova versão beta do seu driver de vídeos para Linux e Windows com suporte para Ray Tracing da Vulkan 1.2.162. Isso torna a empresa a primeira a fornecer um driver Linux com este suporte oficial para Ray Tracing. A Intel está trabalhando em seus próprios patches para suportar a tecnologia com o seu driver de código aberto Intel ANV dentro do Mesa. A questão que permanece agora é quanto tempo a AMD levará para suportar o Vulkan Ray Tracing para a série Radeon RX 6000 no Linux. FONTE: Phoronix
Tags :
Comentários