Mostrando postagens com marcador Linux Mint. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Linux Mint. Mostrar todas as postagens

Foi lançado na última quarta-feira (18) o tão aguardado Linux Mint 19.3 “Tricia” nas edições Cinnamon, MATE e Xfce. O sistema operacional, que é baseado no Ubuntu 18.04.3 LTS (Bionic Beaver), da Canonical, traz entre suas principais novidades aprimoramentos no suporte para Bluetooth, bem como para monitores HiDPI.

Inicialmente revelado em meados de setembro, o sistema operacional Linux Mint 19.3, codinome "Tricia", será o terceiro lançamento da série 19.x, baseada no Ubuntu 18.04 LTS que, como seu próprio nome sugere, possui suporte de longo prazo. Aboa notícia agora é que a versão beta do Linux Mint 19.3 já está disponível para download.

Em seu mais recente boletim mensal publicado recentemente para manter a comunidade atualizada sobre tudo que acontece nos bastidores, Clement Lefebvre, líder do projeto Linux Mint, revelou que o próximo Linux Mint 19.3 "Tricia" está com o seu desenvolvimento caminhando a passos largos e deve chegar a tempo do Natal, com muitas melhorias e componentes atualizados.

Em meados do mês de março, o projeto Linux Mint apresentou planos para atualizar seu famoso logotipo com um design "mais moderno", mas desde então não houve mais novidades sobre o assunto, isto é, até recentemente, quando foram revelados mais detalhes, com o Linux Mint afirmando que “problemas e inconsistências de margem” com a logo original foram abordados pelo novo design.

Em seu mais recente boletim mensal, publicado na última terça-feria (3), o projeto Linux Mint revelou mais detalhes sobre o próximo grande lançamento do sistema operacional, que ainda não possui um codinome, porém, já possui data programada para lançamento. Se tudo ocorrer como o planejado, o Linux Mint 19.3 deve ser lançado oficialmente no Natal.

Chegando um pouco mais de duas semanas após o lançamento da build beta, a versão final e estável do tão aguardado Linux Mint 19.2 "Tina" foi oficialmente lançada nas edições Cinnamon, MATE e Xfce. Desta vez, as mudanças são bem mais modestas quando comparado com o lançamento anterior, com os desenvolvedores do sistema operacional reunindo esforços para refinar os recursos que já existem.

Foi lançada nesta terça-feira (16) a versão beta do próximo Linux Mint 19.2 "Tina", estando disponível nas edições Xfce, MATE e Cinnamon. O lançamento oficial só deve acontecer no próximo mês e os usuários que optarem em testar o beta poderão atualizar para a versão estável tranquilamente assim que ela estiver disponível para a instalação.

O projeto Linux Mint anunciou recentemente que deve seguir a decisão da Canonical de abandonar o suporte para 32 bits em versões futuras de seu sistema operacional. Contudo, assim como acontecerá com o Ubuntu, o Linux Mint 20 também suportará alguns pacotes de 32 bits selecionadas, o que deve garantir suporte para, por exemplo, Wine e Steam.

Em seu último boletim mensal, o projeto Linux Mint anunciou que está trabalhando com a fabricante CompuLab no MintBox 3, a terceira geração do minúsculo e poderoso computador, que oferece já pré-instalada a popular distribuição Linux. O dispositivo estará disponível em duas variantes e promete ser o "mais poderoso de todos os tempos".

No seu último boletim mensal, o líder do projeto Linux Mint, Clement Lefebvre, lembrou à comunidade que a série Linux Mint 17.x chegou ao seu fim da vida útil e não terá mais suporte com atualizações de segurança ou de software. Lançada em 31 de maio de 2014, a série do sistema operacional era uma versão LTS (Long Term Support) que recebia patches de segurança e correções por cinco longos anos.

Em seu mais recente boletim mensal, o líder do projeto Linux Mint, Clement Lefebvre, revelou o codinome do próximo lançamento da série 19.x, o Linux Mint 19.2, que se chamará “Tina” e, assim como as versões atuais da série, permanecerá baseado no Ubuntu 18.04 LTS, que será suportado com atualizações de segurança e de software por cinco anos, até abril de 2023.

O pessoal por traz do popular Linux Mint revelou recentemente planos para revisar o icônico logotipo da distribuição Linux. O líder do projeto, Clem Lefebvre, deu mais detalhes em seu mais recente relatório mensal com as últimas atualizações sobre o que está acontecendo nos bastidores, afirmando que sua equipe está atualmente "experimentando" um novo visual para a logo.

Manter os drivers de vídeo sempre atualizados no Linux Mint também é algo muito importante, seja para os donos de placas de vídeo AMD ou para aqueles que fazem uso dos gráficos integrados da Intel. Ao fazer isso, você tem acesso de forma mais rápida e fácil a correções e melhorias de desempenho envolvendo jogos, bem como a novos recursos e melhor suporte para a sua GPU.

Se você quer obter um melhor desempenho com os seus jogos no Linux Mint, sejam eles nativos, em especial os games portados recentemente pela Feral Interactive, bem como os títulos executados, por exemplo, com o Steam Play ou pelo Lutris (usando o Wine e o DXVK), obter suporte para a Vulkan é a melhor coisa a se fazer.

O líder do projeto Linux Mint, Clement Lefebvre, publicou hoje (31) uma nova postagem no blog oficial do projeto para informar a comunidade sobre seus planos para aprimorar ainda mais o sistema operacional. Com o Linux Mint 19.1 "Tessa" lançado no mês passado, a equipe de desenvolvimento agora concentrará seus esforços em melhorias, como é o caso das imagens ISO para o modo Live, que terão telas de inicialização renovadas com possíveis suporte para seleções de idioma e layout do teclado.

Foi oficialmente lançado hoje, 19 de dezembro, o Linux Mint 19.1 “Tessa” como a primeira atualização da série 19.x do sistema operacional, que estreou em julho e traz sob o capô o Ubuntu 18.04 LTS (Bionic Beaver), da Canonical. Entre os destaques, está o novo e moderno layout do painel, que agora usa um applet de lista de janelas que agrupa os aplicativos por padrão, o que certamente será familiar para os usuários de distribuições Linux com o KDE.

Foi oficialmente lançada nesta quinta-feira (6) a versão beta do Linux Mint 19.1 “Tessa”, que chega trazendo uma lista atualizada de software refinamentos, bem como melhorias na usabilidade e interface do usuário, além de um visual novo e elegante. Quando estável, o Linux Mint 19.1 será a 29ª versão nomeada do sistema operacional e a primeira atualização de manutenção da série 19.x, que é baseada no Ubuntu 18.04 LTS "Bionic Beaver", da Canonical.

O líder do projeto Linux Mint, Clement Lefebvre, publicou na última terça-feira (30) seu novo relatório mensal onde revela mais detalhes sobre as novidades que estarão disponíveis na próxima versão do sistema operacional, a 19.1, que possui como codinome "Tessa" e trará todos os benefícios do Ubuntu 18.04.1 LTS (Bionic Beaver) sob o ambiente gráfico Cinnamon 4.0, que ainda deve ser lançado.

O projeto Linux Mint anunciou hoje, 7 de setembro, o codinome e a data estimada de lançamento do próximo Linux Mint 19.1. O sistema operacional será baseado no Ubuntu 18.04.1 LTS (Bionic Beaver), será chamado "Tessa" e deve chegar no final deste ano, no mês de novembro ou no início de dezembro, segundo o líder do projeto, Clement Lefebvre.

Cerca de um mês após o lançamento do beta, a equipe por traz do projeto Linux Mint anunciou nesta sexta-feira (31) a versão final do LMDE (Linux Mint Debian Edition) 3 “Cindy” Cinnamon Edition que, como o seu próprio nome sugere, é baseada no Debian, com as mais recentes atualizações de segurança e software dos repositórios da série "Stretch", e traz o mais novo ambiente gráfico Cinnamon 3.8 e todos os XApps atualizados.