Mostrando postagens com marcador Tutoriais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Tutoriais. Mostrar todas as postagens

Manter os drivers de vídeo sempre atualizados no Linux Mint também é algo muito importante, seja para os donos de placas de vídeo AMD ou para aqueles que fazem uso dos gráficos integrados da Intel. Ao fazer isso, você tem acesso de forma mais rápida e fácil a correções e melhorias de desempenho envolvendo jogos, bem como a novos recursos e melhor suporte para a sua GPU.

Se você quer obter um melhor desempenho com os seus jogos no Linux Mint, sejam eles nativos, em especial os games portados recentemente pela Feral Interactive, bem como os títulos executados, por exemplo, com o Steam Play ou pelo Lutris (usando o Wine e o DXVK), obter suporte para a Vulkan é a melhor coisa a se fazer.

Com o Steam Play já disponível na versão estável do cliente Steam para Linux, sempre surge a curiosidade de saber como anda a nova empreitada da Valve para trazer mais jogadores para a plataforma, bem como para tornar ainda mais fácil a vida dos usuários já existentes do sistema do pinguim que curtem uma jogatina, mas que antes tinha que usar soluções de terceiros para rodar determinados games que até então eram exclusivos do Windows ou o dual-boot.

Se você procura alguma maneira de fazer backup de seus arquivos para a nuvem de forma automática, a ferramenta Déjà Dup já vem instalada por padrão em diversas distribuições Linux com o GNOME, como é o caso do Ubuntu, e pode ser a solução de que você procura. Isso é possível graças a integração do aplicativo com o GNOME Online Accounts, permitindo o agendamento de backups de arquivos, pastas e até de sistemas inteiros diretamente no serviço de armazenamento gratuito da Google.

Recentemente, a pilha de drivers OpenGL e Vulkan Mesa 18.1 foi oficialmente lançada para a plataforma Linux, trazendo cache de shader GLSL habilitado por padrão para hardware Intel e suporte para o OpenGL 4.4 com placas de vídeo AMD das séries Radeon HD 5800 e HD 6900, o que deve possibilitar a execução de jogos mais modernos com essas GPUs.

Infelizmente, o suporte para a Vulkan com GPUs AMD ou Intel ainda não está presente por padrão no Ubuntu. A decisão da Canonical de não incluir esse suporte por padrão no seu sistema operacional é, no mínimo, estranha especialmente quando levamos em consideração que cada vez mais os novos lançamentos de jogos para Linux usam a API gráfica como, por exemplo, F1 2017 e Rise of the Tomb Raider: 20 Year Celebration.

Se você é daqueles usuário do GNOME que possuem mais de um monitor e que adorariam exibir um papel de parede diferente em cada tela, hoje, você está com sorte! Entre as extensões e aplicações de terceiro que ajudam os usuários nesse cenário, está o HydraPaper: um utilitário novo, gratuito e totalmente aberto que foi projetado especificamente para a área de trabalho do GNOME.

Se você é daqueles que fazem uso dos gráficos integrados da Intel ou que possuem um placa de vídeo da AMD, o ideal para você é manter a biblioteca de gráficos 3D Mesa e os drivers, no caso, open source, sempre atualizados, já que novas versões desses softwares sempre contam com novos recursos, correções importantes e melhorias no desempenho.

Os usuários do Ubuntu já podem atualizar para o recém-lançado Firefox 54 através do aplicativo "Software Updater". Ao que parece, a nova versão do navegador que, segundo a própria Mozilla, é o "melhor Firefox de sempre", já está disponível em todas as edições suportadas do Ubuntu, incluindo o Ubuntu 16.04 LTS.

A extensão Nautilus Git promete ajudar aqueles que querem integrar o seu gerenciador de arquivos, no caso o Nautilus, que é padrão do GNOME, com o sistema de controle de versão super popular Git. No entanto, é preciso ressaltar desde o início que a extensão não fornece uma interface gráfica para o Git, mas apenas exibe informações importantes ao navegar pelos diretórios Git locais e fornece alguns atalhos.

O Brightness Controller é um aplicativo com uma interface simples que permite que você ajuste o brilho do seu monitor externo, independentemente da tela principal, por exemplo. Isso permite que você tenha um maior controle sobre os ajustes de intensidade de luz do seu dispositivo, já que com a ferramenta, você pode mudar o brilho para qualquer porcentagem, de 1% à 100%, ao invés de 100%, 80%, 60% e etc, como acontece com as teclas de controle de brilho de notebooks.

A versão mais recente da biblioteca de gráficos 3D Mesa já pode ser instalada no Ubuntu 16.04 LTS e Ubuntu 17.04. Estamos falando do Mesa 17.1 que, entre as novidades, ​​traz o suporte para o OpenGL 4.2 em gráficos integrados de processadores Intel Ivy Bridge, ajustes para shader, melhor suporte para a API Vulkan e várias melhorias de desempenho para os diversos tipos de GPUs.

Como mencionamos em um outro artigo, o ambiente gráfico Cinnamon 3.4 já está disponível e, agora que Clement Lefebvre, líder do projeto Linux Mint, finalmente oficializou o lançamento publicando um anúncio em seu blog pessoal, você não precisa esperar mais e já pode atualizar ou instalar o Cinnamon 3.4 no seu Ubuntu usando um PPA.

Foi no início deste mês que publicamos um tutorial onde mostrávamos como instalar o recém-lançado Cinnamon 3.2 no Ubuntu 16.04 LTS ou Ubuntu 16.10, porém, com um PPA instável, o que não agradou os usuários que querem obter sempre uma experiência estável. Felizmente, a nova versão do ambiente gráfico já chegou aos repositórios estáveis. Veja como instalá-lo no seu Ubuntu ou distro baseada!

Apesar de ainda não existir nem um anúncio formal por parte dos desenvolvedores, pelo menos até o momento da escrita deste artigo, não é mais surpresa para ninguém que a versão final do Cinnamon 3.2 já está disponível para download, seja por meio da página do projeto no GitHub ou através de repositórios para determinadas distribuições Linux, como é o caso do Ubuntu.

O Arc é um dos temas GTK mais queridos entre os usuários Linux e, atualmente, está sendo adotado por diversos sistemas operacionais baseados no kernel Linux, claro, com algumas modificações, como é o caso do próximo Linux Mint 18.1. Agora que Ubuntu 16.04 LTS está começando a invadir os computadores, muitas pessoas querem personalizar o SO. Com isso, Arc e o conjunto de ícones Moka estão entre as opções mais solicitadas nos dias de hoje.